• Índice de inadimplência do Bradesco vai a 4,8% no trimestre

    Finanças

    Deste custo, R$ 1,262 bilhão foram registrados como eventos não recorrentes e que impactaram o lucro líquido contábil do Bradesco no terceiro trimestre. No caso dos indivíduos, o indicador baixou de 6,21% em junho para 5,80% em setembro enquanto nos pequenos grupos recuou de 7,20% para 6,79%, respectivamente.
  • Carrilho condenado por violência doméstica contra Bárbara Guimarães

    Carrilho condenado por violência doméstica contra Bárbara Guimarães

    Finanças

    O antigo ministro da Cultura, que arrisca uma pena de até quatro anos de prisão pelos crimes de agressão, injúrias e difamação, afirma na mesma nota que o pedido da guarda provisória de Carlota se deve, também, ao facto de a filha, no passado mês de maio, ter "sido objeto de um gravíssimo ferimento, em consequência de uma suspeita e nunca esclarecida 'briga' com a mãe, que exigiu uma intervenção cirúrgica com anestesia geral e uma sutura de 31 pontos, que a deixou marcada com uma enorme ...
  • Governo federal prorroga adesão ao novo Refis por mais 15 dias

    Governo federal prorroga adesão ao novo Refis por mais 15 dias

    Finanças

    Segundo integrantes do governo, o Palácio do Planalto cedeu às pressões do relator do Refis, deputado Newton Cardoso Junior (PMDB-MG), para que o prazo, que terminaria hoje, fosse estendido por mais 15 dias. Vale lembrar que a equipe econômica do governo até o momento, ainda não enviou a mensagem modificativa que alterará de fato a meta do ano que vem, que tinha originalmente previsto o valor de R$ 129 bilhões.
  • Empresa japonesa dá semana extra de férias a não-fumadores

    Empresa japonesa dá semana extra de férias a não-fumadores

    Finanças

    Para cada cigarro os fumantes deixavam o escritório por cerca de 15 minutos - tempo em que os não-fumantes continuavam trabalhando. "Nosso CEO viu o comentário e concordou, então nós estamos dando a não-fumantes um tempo extra para compensar", acrescentou Matsushima.
  • Desemprego recua para 12,4% em setembro, a menor taxa do ano

    Desemprego recua para 12,4% em setembro, a menor taxa do ano

    Finanças

    Ela registrou um aumento de cerca de 175 mil pessoas, um crescimento de 3,4% em relação ao trimestre imediatamente anterior. No trimestre encerrado em junho, a taxa havia sido de 13%. "Ou seja, é positiva a queda da desocupação, mas ela se dá pela criação de postos de trabalho com menor qualidade", afirmou Azeredo. No trimestre de julho a setembro, esse grupo chegou a 22,9 milhões, representando um crescimento de 1,8% sobre o trimestre anterior e de quase 5% em relação a 2016.
  • Vídeo: Motorista que estourar 20 pontos perderá CNH por 6 meses

    Vídeo: Motorista que estourar 20 pontos perderá CNH por 6 meses

    Finanças

    A pontuação vale para infrações cometidas a partir do dia 1º de novembro de 2016. A lei que alterou o Código Brasileiro de Trânsito (CTB) entrou em vigor no final de 2016, porém só tem efeito a partir de amanhã. Quando o infrator perde o direito de dirigir, ele deve ir ao Detran e entregar o documento. Como lembra a publicação, o motorista que acumular 20 pontos não tem a habilitação suspensa imediatamente.
  • Contas públicas têm déficit de R$ 21,2 bi

    Finanças

    Em 12 meses encerrados também no mês de setembro, o deficit ficou em R$ 152,339 bilhões, o que corresponde a 2,35% do Produto Interno Bruto ( PIB ), a soma de todos os bens e serviços produzidos no País. Nos nove primeiros meses de 2016, o déficit acumulado pelo governo foi de R$ 85,501 bilhões. Em setembro, o valor somou em R$ 32,049 bilhões contra R$ 40,458 bilhões em igual mês de 2016, sendo que o cálculo para tal conta é formado pelo resultado primário e os resultados de juros, atingiu R$ ...
  • Governo reduz projeção de salário mínimo para 2018 para R$ 965

    Governo reduz projeção de salário mínimo para 2018 para R$ 965

    Finanças

    Pela regra, a cada ano, o aumento do salário mínimo corresponderá à variação do Produto Interno Bruto (PIB) do ano retrasado mais a inflação do ano anterior medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Com um aumento de apenas 2,98%, ele não será suficiente para contrabalancear o aumento no Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que manteve-se em 4,2%.