https://cdnbr2.img.sputniknews.com/images/1062/14/10621425.jpg

Mundo

Maduro disse aceitar o respaldo do que definiu como "bloco de forças revolucionárias, patrióticas e chavistas da Venezuela " e entregou à presidente da CNE, Tibisay Lucena, uma cópia do chamado "plano da pátria 2019-2025", que prevê linhas de ação para o novo período de governo.
  • Regime sírio segue com ataques apesar da trégua humanitária

    Regime sírio segue com ataques apesar da trégua humanitária

    Mundo

    Os governos russo e sírio acusam os rebeldes que ocupam Ghouta Oriental, cercada pelo regime sírio desde 2012, de impedir a saída de civis pelo corredor humanitário, o que os insurgentes negam. O anúncio da Rússia e a suspensão parcial dos bombardeios aconteceram depois que a ONU e várias potências ocidentais exigiram a aplicação imediata de uma resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas que pedia uma trégua de 30 dias em todo território sírio .
  • Vaga de frio na Europa já fez mais de 40 mortos

    Vaga de frio na Europa já fez mais de 40 mortos

    Mundo

    Segundo a meteorologia britânica, a tempestade pode fazer com que comunidades rurais possam ficar por dias isoladas pela neve e também há a possibilidade de "longas interrupções no fornecimento de energia elétrica e de outros serviços como as redes de telefonia".
  • Maduro se lança candidato e promete surra na oposição

    Maduro se lança candidato e promete surra na oposição

    Mundo

    Nesta terça-feira foi a vez do atual presidente Nicolás Maduro formalizar sua candidatura à reeleição junto ao Conselho Nacional Eleitoral (CNE ). "Este é o plano da pátria 2025, que é o aprofundamento do caminho e o legado de nosso amado comandante Hugo Chávez (.) na direção da prosperidade econômica", declarou Maduro ao entregar à presidente do CNE, Tibisay Lucena, os documentos.
  • Temer oferece a governadores empréstimo para a segurança

    Temer oferece a governadores empréstimo para a segurança

    Mundo

    Temos um plano já delineado, na noite de ontem, de maneira que possamos ajudar a financiar os estados para o reequipamento das polícias locais, estaduais. Na última terça (27), o presidente oficializou a criação do Ministério Extraordinário da Segurança Pública e colocou à frente da pasta Raul Jungmann, que deixou o Ministério da Defesa.
  • Denúncia acusa FC Porto de ter pago ao Estoril para ganhar

    Denúncia acusa FC Porto de ter pago ao Estoril para ganhar

    Mundo

    A mesma foi encaminhada para o DIAP de Lisboa", revelou ao Jornal Económico fonte oficial da PGR. Na sua publicação, o empresário recorda uma alegada ligação desse futebolista a Pedro Pinho, "o tal agente que me levantou uma calúnia que não tem perdão, com relações privilegiadas no FC Porto e antigo sócio do filho do presidente [n.d.r.: Alexandre Pinto da Costa]".
  • Porto. Mulher salta de segundo andar para escapar às chamas

    Porto. Mulher salta de segundo andar para escapar às chamas

    Mundo

    A viver no primeiro piso, Manuel Ferreira salientou ter sentido um cheiro a "plástico queimado" e viu muito fumo, altura em que saiu da habitação. O incêndio deflagrou numa das zonas mais movimentadas do Porto, estando a congestionar o trânsito.
  • Programa

    Programa "365 Alentejo-Ribatejo" é apresentado na BTL

    Mundo

    As iniciativas escolhidas para o programa abrangem várias áreas, como por exemplo a cultural, desportiva, natureza e ou aventura, tendo cada uma passado por um processo de selecção. O stand da Entidade Regional de Turismo do Alentejo/Ribatejo (ERTAR) terá cerca de 1300 metros quadrados e será palco de "uma preenchida agenda de eventos".
  • Barroso prorroga investigação sobre decreto dos portos no Supremo — Recai sobre temer

    Barroso prorroga investigação sobre decreto dos portos no Supremo — Recai sobre temer

    Mundo

    O requerimento foi feito no âmbito do inquérito dos Portos, que investiga se decreto do presidente Michel Temer beneficiou a empresa Rodrimar. "Há inúmeros exemplos de situações indesejáveis que podem ser causadas pelo decurso do tempo, como o esquecimento dos fatos pelas testemunhas, o descarte de registros, a eliminação de filmagens, entre outros, a ocasionar, desnecessariamente, o que a doutrina denomina de "prova difícil", argumenta a procuradora-geral da República".
  • Igreja do Santo Sepulcro em Jerusalém reabre na quarta-feira

    Igreja do Santo Sepulcro em Jerusalém reabre na quarta-feira

    Mundo

    A crise que levou ao fechamento da Basílica do Santo Sepulcro começou depois do anúncio da prefeitura de Jerusalém de taxar as propriedades eclesiais, consideradas comerciais pelos israelenses. Porque um lugar santo sem pessoas não é nada, são apenas as pedras. O presidente da câmara de Jerusalém , Nir Barkat, tinha anunciado em comunicado que a cidade conta recuperar impostos em atraso num valor de 650 milhões de shekels (152 milhões de euros) sobre propriedades como "hotéis, salas de ...