Com Steve Bannon enfrentando o prazo de Sapona, a equipe de 6 de janeiro está se preparando para processar imediatamente as acusações criminais.

O advogado de Bunnon escreveu uma carta ao painel na quarta-feira, dizendo que seu cliente não testemunharia ou forneceria documentos até que o painel chegasse a um acordo com o ex-presidente Donald Trump. “Esta é uma questão entre o painel e um consultor do presidente Trump, e o Sr. Pennan não precisa responder neste momento”, escreveu o advogado Robert Costello.

Se Bannon não for um evento, espera-se que o painel comece imediatamente a fazer uma recomendação por desacato legal Procura mais testemunhas, Fontes familiares de planejamento CNN.

Embora possa levar algum tempo para enviar tal recomendação ao judiciário da Câmara, o painel pode tomar uma ação inicial dentro de horas do prazo – que é quinta-feira – se Bannon se recusar a cooperar, dizem as fontes, e houver um crescente senso de urgência em torno a investigação.

CNN anunciou quarta-feira O grupo está integrado a um programa que busca acusações criminais contra aqueles que se recusam a obedecer, e os legisladores prestaram homenagem especial a Banan quando a opção foi discutida publicamente.

“Algumas dessas testemunhas, como Steve Bannon, que revelaram publicamente o insulto ao Congresso, acham que poderiam ter escapado por quatro anos, e escaparam”, disse o membro do comitê, Rep. Adam Schiff disse ao MSNBC na quarta-feira.

6 de janeiro Comitê se une na cobrança de violadores de saponas
Schiff, que chefia a equipe investigativa, notou a presença de Pennan Rússia da Câmara se recusou a cooperar com a investigação Durante a administração Trump, ele “nunca foi insultado”.

Trump não será processado pelo judiciário. Mas esses dias acabaram. E eu acho que nossa investigação é essencial, mas fazer cumprir o estado de direito é nosso primeiro teste de recuperação da democracia “, disse o democrata da Califórnia.

O analista jurídico da CNN, Norm Eisen, rapidamente rejeitou a carta de Costello na quarta-feira, dizendo: “Isso é um erro. A carta ‘Presidente’ pode tomar decisões de concessão executivas.

READ  Seattle, Califórnia, relatou nevascas porque é improvável que partes dos Estados Unidos tenham um Natal branco.

Os outros três aliados de Trump enfrentam o prazo de Sapona esta semana. Dois deles, o ex-comandante-chefe de Trump, Mark Meadows, e o ex-executivo Cash Patel, estavam “envolvidos” com o grupo e, de acordo com o grupo, não estava claro se esse relacionamento conduzia a qualquer tipo de cooperação. Patel não deve comparecer antes de seu comitê programado na quinta-feira, fontes próximas ao plano disseram à CNN.

A equipe era Trump recentemente foi assessor do ex-vice-presidente-executivo Don Scovino. Uma fonte familiarizada com o assunto disse à CNN.

Lawns e Patel perguntaram ao membro do comitê democrata da Flórida, o Rep. Stephanie Murphy disse: “Minha expectativa é que eles façam patriotismo e se apresentem perante o comitê. Eles não têm nada a esconder e nenhuma razão para não comparecerem.”

‘Estou ansioso para postar Steve Bannon’

Bennon ainda não cooperou e os legisladores reiteraram sua obrigação de fazê-lo antes do prazo de quinta-feira.

“Esperando ansiosamente pela nomeação de Steve Bannon amanhã, receberemos todos os testemunhos e evidências que demos”, disse o representante. Jamie Raskin disse em um tweet na quarta-feira. “Esta é uma lei e ordem e um dever cívico de compartilhar informações sobre o maior ataque violento no Congresso desde a guerra de 1812.”

Em uma carta ao comitê no início deste mês, o advogado de Pannon argumentou que “os privilégios executivos pertencem ao presidente Trump” e que “devemos aceitar sua orientação e respeitar seu pedido de privilégio executivo”.

A pressão das catracas do painel de 6 de janeiro aumentou em meio a uma nova explosão de mentiras eleitorais de Trump

A carta da equipe jurídica de Benon afirma que os tribunais podem decidir se ele será eventualmente forçado a cooperar.

“Até que essas questões sejam resolvidas, não poderemos responder à sua solicitação de documentos e depoimentos”, escreveu o advogado Robert Costello.

READ  Obtenha o botão turbo virtual para o novo modo de alta potência M1 Max MacBook Pro da Apple

A alegação de que Benon poderia ser encerrado pela oferta do ex-presidente é incomum porque Benon não trabalhou para o governo federal durante o período em torno do levante de 6 de janeiro.

Os pedidos de privilégio geralmente se aplicam a discussões entre funcionários próximos em torno do presidente e funcionários públicos, e Pennan foi demitido em 2017 como conselheiro da Casa Branca.

Muitos especialistas jurídicos concordam com o painel de que, como cidadão individual, não há posição que impeça um sapona de buscar privilégio administrativo.

Casos de desacato criminoso histórico

Tão séria quanto uma recomendação de desacato criminal, a escolha do conselho de usar o judiciário pode ser mais um aviso do que uma solução. Pode levar anos para uma ação judicial colocar Penn em desacato criminal, e casos históricos de desacato criminal foram rastreados por apelações e absolvições.

“De certa forma, eles estão em uma caixa”, disse o ex-conselheiro geral da Câmara Stanley Brand na quarta-feira. “Seja qual for o caminho que eles vão é o Donybrook legítimo, vai levar tempo.”

O Congresso nunca forçará uma falsa testemunha a depor Por ação judicial, De acordo com muitos advogados de longa data de Washington, as práticas do Congresso são bem conhecidas.
Um funcionário de uma agência de proteção ambiental no governo Reagan é a última pessoa a ser acusada de desacato criminoso pelo Congresso. Demorou oito dias para o Departamento de Justiça do Gabinete do Procurador dos EUA de DC receber a recomendação de desacato de Rita Lovelle em 1983. Um grande júri deveria ter acusado ela. Lavelle investigou as alegações, e um O árbitro decidiu que ela não era culpada.
Steve Bannon estava afundado até os joelhos em 6 de janeiro
Durante os julgamentos da era McCarthy anticomunista da década de 1950, pelo menos um insulto criminoso antes de Lavelle, Estava de cabeça para baixo Pelo Supremo Tribunal em recurso. Nas administrações mais recentes, o judiciário Recusou-se a perseguir casos de desacato Apesar dessas circunstâncias, o Congresso fez recomendações desdenhosas contra os membros da administração do presidente em exercício.

“Eu vejo pessoas gritando sobre isso na TV. Eles vão enviar [Bannon] Por desacato criminoso. OK. Bem, é o começo do caso, “Brand, que foi conselheiro público de House durante o processo de difamação de Lowell, disse à CNN.” Existe uma investigação. Sua punição não é automática. ”

READ  Incêndio na Filadélfia: um incêndio em uma casa geminada na seção Firmount mata 13 pessoas, incluindo 7 crianças

A abordagem de desacato criminoso é estruturada como uma punição, em vez de forçar uma testemunha a falar.

“Não é como a desobediência civil, onde você estará segurando a chave da sua prisão e sendo libertado”, disse Brand se uma testemunha concordar em depor.

Em vez disso, o judiciário basicamente perde o controle do caso enquanto prossegue.

“Eles não têm tempo”, acrescentou Brand. “Eles têm que fazer isso antes do próximo ano, antes das eleições.”

Christy Johnson da CNN contribuiu para este relatório.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

DETRASDELANOTICIA.COM.DO PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
JournalOleme